A nova Bossa de João

joao gilberto
Mexendo nos marcos iniciais
Aos 82 anos, João Gilberto está em pleno processo de criação – ou, mais exatamente, de recriação. Trabalha dia e noite num apartamento que virou estúdio, remasterizando o trio de LPs fundadores da Bossa Nova, lançados entre 1959 e 1962.
João conseguiu recentemente na Justiça a posse das gravações originais, depois de décadas de litigio com a EMI.
Envolta em segredo, como tudo o que diz respeito a João, a remasterização pode trazer novidades. O papa da Bossa Nova está fazendo alterações na parte orquestral de quase todas as músicas.
Para quem imaginou que eram gravações em que nada poderia ser minimamente mexido, é uma surpresa. Mas, claro, o único com autoridade para fazer as mudanças é mesmo João Gilberto.
Quem acompanha o trabalho de perto diz que João ainda não se decidiu se as mudanças entrarão no relançamento dos discos, previsto para o segundo semestre. Está ainda testando a ideia no apartamento  alugado no Alto Leblon, onde mora e trabalha.
Por Lauro Jardim