A história dos irmãos Maciel da Silva Pereira (23 anos) e Marcelo da Silva Pereira com 26 se tornou mais que uma solidariedade do que um crime.
Entenda o caso...
A equipa da ROTAM formada pelos cabos Marcelo e Juciano, soldados Diego e Robertano foi acionada por volta das 18h desta quinta-feira (18) a fim de averiguar uma ocorrência registrada pelo CIOP sobre uma invasão de duas pessoas a uma área de lazer na Rua Deuzita Avelino de Medeiros, bairro da Maternidade em Patos.
Ao chegar no local a equipe foi informada que dois elementos suspeitos haviam saltado o muro do estabelecimento na tentativa de roubar.
Foi feita então o cerco policial e depois a invasão do local pela PM para tentar prender os dois acusados. Eles foram localizados e presos pela guarnição, porém na revista os policiais encontraram apenas com um deles uma arma branca (faca peixeira de aproximadamente 7 polegadas).
Indagados o que pretendiam fazer no local Maciel e Marcelo alegaram que haviam invadido a área de lazer com intenção de pegar algumas frutas e comer, pois até aquele horário não haviam comido nada. O proprietário do estabelecimento disse à polícia que estava sentindo falta de uma caixa de som, mas os dois negaram o furto. A polícia fez uma varredura no local e não conseguiu localizar o equipamento de som.
Moral da história: A ocorrência foi registrada na delegacia. Eles responderão por invasão de domicílio e porte ilegal de arma branca, mas em liberdade, apesar de já terem praticado furto em Pombal o qual roubaram também alimentação  foram liberados. Eles dissseram que são usuários de droga.
Mesmo diante do fato deles terem cometido o crime, a equipe da ROTAM ficou sensibilizada com os dois, o proprietário do estabelecimento não quis se aprofundar na ocorrência e os policiais acabaram comprando comida para eles. 

Com informações do Portal Patos