A organização afirma que a ingestão de álcool pode diminuir a imunidade e facilitar a contaminação pelo coronavírus



Publicidade

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está sugerindo que os governos limitem as vendas de bebida alcoólicas durante a pandemia. Segundo a OMS, o álcool reduz a imunidade e pode, consequentemente, aumentar as chances de contaminação do novo coronavírus.

"Medo e desinformação geraram um mito perigoso de que bebidas com alto teor alcoólico podem matar o coronavírus. Não matam", afirma o comunicado da OMS. A entidade lembrou que o alto consumo de bebidas alcoólicas pode causar o alcoolismo, que pode levar à morte



Além disso, a organização lembrou dos danos à saúde física e mental causados pelo álcool. Para completar, a sugestão levou em conta o aumento nos casos de violência doméstica durante o confinamento, visto que o uso de álcool pode deixar a pessoa mais violenta.

*Estagiária sob supervisão de Álvaro Duarte

Com informações do Estado de Minas