Ministro Celso de Mello proferiu decisão nesta segunda-feira

Publicidade

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, autorizou nesta segunda-feira a abertura do inquérito para investigar as acusações do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, contra o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). A informação foi divulgada pelo site Consultor Jurídico.

A decisão acolhe pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras, e irá investigar possíveis crimes como falsidade ideológica, coação no curso do processo, advocacia administrativa, prevaricação e obstrução de Justiça.



O procurador-geral solicita que Moro seja interrogado e que apresente documentos sobre os fatos narrados. Para Celso de Mello, os crimes supostamente praticados por Bolsonaro podem ter relação com o exercício do mandato presidencial, o que permite a investigação, conforme previsto na constituição.

Com informações do Estado de Minas