CRM rebate Secretário de Saúde do estado

Após o Secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, fazer uma apelo à classe médica diante da pandemia de Covid-19, o Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) lançou nota repudiando termos utilizados. Ao pedir que atendam às chamadas públicas para prover os cargos necessários, o Secretário chegou a dizer que os profissionais "estão sendo omissos".

Publicidade

Segundo o CRM-PB, os médicos estão adoecendo, e até morrendo, infectados pela Covid-19, e que se encontram sobrecarregados, nos limites da sua capacidade de trabalho e se arriscando a trabalhar sob risco de morte.

O conselho também ressaltou a preocupação com a convocação de médicos com pouca ou quase nenhuma experiência para atender pacientes em estado crítico.



Confira a nota na íntegra

Nota de Repúdio
O Conselho Regional de Medicina do Estado da Paraíba, em obediência ao seu dever fiscalizatório, outorgado pela lei 3268/57, e as entidades signatárias vêm a público externar o seu estarrecimento e repúdio à declaração do secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, publicado pela imprensa, no qual considera omissos os médicos que trabalham na região metropolitana de João Pessoa. ⠀
O secretário esquece que os médicos estão adoecendo, e até morrendo, infectados pela COVID-19, e que se encontram sobrecarregados, nos limites da sua capacidade de trabalho e se arriscando a trabalhar sob risco de morte.⠀
É preocupante também, que se esteja convocando médicos com pouca ou quase nenhuma experiência para atender pacientes em estado crítico, em detrimento de especialistas na área de Medicina Intensiva, que se colocaram à disposição para colaborar, mas tiveram cancelada reunião marcada para este fim pelo próprio secretário.⠀
Num momento de grave crise na área da saúde, o CRM-PB lamenta uma opinião desse tipo, que evidencia pouca sensibilidade com a realidade do trabalho médico na Paraíba, e imensa ingratidão com os próprios colegas de profissão.⠀
Ao tempo em que se colocam à disposição para colaborar, as entidades signatárias entendem que a discussão sobre a saúde pública, principalmente em tempos de crise tão acentuada como a que estamos passando, deve ser pautada pela verdade, principalmente quando se tratar da mais alta autoridade sanitária do nosso estado.⠀
João Pessoa, 8 de maio de 2020⠀
Conselho Regional do Estado da Paraíba (CRM-PB)⠀
Sindicato dos Médicos da Paraíba (Simed)⠀
Associação Médica da Paraíba (AMPB)⠀
Academia Paraibana de Medicina (APMed)

Com informações Portalt5