O médico Christian Chenay precisou fechar seu consultório em Paris por causa do coronavírus.

Ele partiu para as consultas virtuais, como vários colegas. Mas de uma coisa não abriu mão: visitar seus pacientes em uma casa de repouso.

Publicidade
Tudo normal, não fosse o fato de o médico ter 98 anos — e, por isso, fazer parte do grupo de risco.






Com informações da BBC News