EUA enviam doses de hidroxicloroquina para o Brasil

De acordo com a Casa Branca, além de ser usado em tratamentos de pacientes, remédio servirá como profilaxia para equipes de saúde

O governo dos Estados Unidos enviou 2 milhões de doses de hidroxicloroquina para o Brasil. De acordo com o comunicado da Casa Branca, divulgado no domingo (31/05), o medicamento será usado em pacientes infectados pelo novo coronavírus e como profilaxia – como prevenção ao vírus – por enfermeiros, médicos e profissionais de saúde brasileiros.

“Os povos americano e brasileiro permanecem em solidariedade na luta contra o coronavírus. Hoje, como demonstração dessa solidariedade, estamos anunciando que o governo dos Estados Unidos entregou duas milhões de doses da hidroxicloroquina para o povo do Brasil. Os Estados Unidos também enviarão em breve mil respiradores para o Brasil”, informou a nota da equipe do presidente Donald Trump.


O uso do medicamento tem sido defendido pelos presidentes dos Estados Unidos e do Brasil, Jair Bolsonaro (sem partido), para o tratamento da Covid-19. A hidroxicloroquina se popularizou como tratamento para a malária e gera discussões sobre sua eficácia contra o novo coronavírus.

Após um grande estudo científico publicado na revista The Lancet em 22 de maio apontar que o medicamento aumenta o risco de morte por problemas cardíacos em pacientes da Covid-19, a Organização Mundial da Saúde (OMS) suspendeu os testes com o medicamento e a França proibiu seu uso dela em hospitais do país.

Com informações de Metrópoles