Drone provoca confusão com equipe da Record

Uma equipe do programa ‘Em Nome da Justiça’, da Record, acabou detida na última sexta-feira (26), em São José dos Campos, interior de São Paulo. De acordo com o colunista Maurício Stycer, eles teriam usado um drone para captar imagens do Centro de Detenção Provisória da cidade.

Toda a equipe, incluindo o repórter Mário Júnior, acabou detida. Eles foram liberados após prestarem esclarecimentos, mas o drone foi apreendido pela Secretaria de Administração Penitenciária.


Segundo o colunista, o drone pertencia ao repórter, mas ele não quis comentar o assunto. A Record foi notificada sobre o incidente pela própria administração do presídio e disse que “a gravação não foi pedida nem autorizada pela Record”.

Com informações de Isto É