Pintar unhas de cachorro, pode?

Será que pode pintar unha de cachorro? Esta é uma das dúvidas mais comuns que tutores encontram no dia a dia. Afinal, cada vez mais há produtos no mercado voltados para a estética animal. E principalmente com o surgimento e maior interatividade pelas redes sociais, podemos observar movimentos cada vez mais “humanizados” na vida dos pets.

Porém, a verdade é que há muitos problemas relacionados a esta atitude que até pode pode parecer fofa, mas é extremamente maléfica ao cão. Se você deseja pintar unha de cachorro, recomendamos que você acompanhe o texto atentamente para entender quais os riscos para a saúde do bicho e os reais motivos pelos quais você não deveria usar produtos humanos em animais.

Pintar unha de cachorro traz malefícios?

Sim, e muitos. Principalmente se você utilizar produtos humanos em animais. Pintar unha de cachorro é uma atividade que até pode parecer “bonitinha”. Mas acredite, o cãozinho pode sofrer muito com isso. Principalmente no médio e longo prazo. Afinal, utilizar esmaltes convencionais nas patinhas do seu amiguinho pode fazer com que ele passe verdadeiramente mal.

E não só esmaltes. Qualquer tipo de produto humano deve ser evitado ao máximo o contato com animais. Pois o organismo deles é diferente do nosso e as reações, obviamente, também. Separamos uma lista de critérios que fazem com que a simples atitude de pintar a unha do pet possa ser muito negativa. Veja só:


Pode gerar infecções de diversos tipos e gravidades;

Mal estar devido ao cheiro forte de álcool;

Pode causar vômitos e diarréias caso haja ingestão;

Animais não podem usar produtos humanos, principalmente cosméticos;

Para entender cada um dos tópicos acima, preparamos um guia explicativo logo abaixo. Acompanhe!

Infecções devido a cortes ou machucados

O primeiro aspecto que você precisa entender sobre a pintura de unhas em cães, é o “fator infecção”. Sim, esmaltes humanos podem causar diversos tipos de alergias e infecções. Afinal, os ingredientes utilizados para a produção deste tipo de produto, muitas vezes não são indicados para animais. Mas que em nós, humanos, não causa dano.

Então, se a patinha do cão em questão tiver um corte, um machucado ou qualquer outro tipo de ferimento, o esmalte, além de causar ardência, poderá causar infecções. Afinal, quando o produto entra em contato com a corrente sanguínea, diversos tipos de reações começam a acontecer, pois o sangue circula pelo corpo inteiro carregando as substâncias químicas contidas no esmalte.

Mal estar devido ao cheiro forte de álcool

O cheiro é outro fator que pode causar mal estar nos seu cãozinho. Afinal, o esmalte feito para humanos, muitas vezes contém álcool em sua composição. E isto é verdadeiramente ruim para os pets, pois é um produto químico extremamente forte. E o cheiro, mais ainda. Logo, toda vez que o cãozinho sentir o cheiro (inclusive durante a pintura), ele poderá passar mal.

Os cães possuem um olfato muito apurado e é justamente por este motivo que você deveria repensar sua vontade de pintar as unhas dele com esmaltes humanos. Enquanto que nós somos mais seletivos no cheiro, eles não. Eles irão respirar o álcool o tempo inteiro e desenvolverem condições negativas.

pintar unha de cachorro

Pode causar vômitos e diarréias caso haja ingestão

Outra questão que devemos nos atentar, é a respeito da ingestão do esmalte. Por mais que o cão possa ser paciente e o esmalte seque, saiba que com o tempo, ele descasca. E estas casquinhas certamente serão ingeridas pelos animais, proporcionando diversos tipos de mal estar, como diarréias e vômitos.

Eles adoram roer e lamber as patinhas. E isto é verdadeiramente perigoso quando nestas regiões tiver qualquer tipo de material ou produto químico/tóxico.

Use somente itens destinados aos pets

E por fim, podemos concluir que pintar unha de cachorro traz uma série de malefícios, quando os produtos errados são utilizados. Afinal, usar produtos humanos em cães não é nada recomendado. Seja produtos de higiene ou cosméticos. Os animais possuem produtos próprios e com ingredientes selecionados para não causar nenhum tipo de problema de saúde no médio e longo prazo.

Atente-se para isso e cuide do seu pet.

Com informações de Portaldodog