Praias continuam sem acessos em Jampa

Ainda não será desta vez, que a população de João Pessoa poderá voltar a freqüentar as praias e parques centrais tidos como os mais belos cartões postais da cidade.

Conforme o prefeito Luciano Cartaxo (PV), que anunciou, neste sábado (13), novas medidas para flexibilizar a retomadas das atividades econômicas da cidade, por enquanto, estes locais públicos permanecerão fechados.

As praças, o Parque Parahyba, o Parque Solon de Lucena e o Espaço Zoológico (Bica), assim como a Estação Ciência e os equipamentos culturais permanecerão sob a bandeira vermelha, ou seja, fechados para a visitação como forma de conter a proliferação do coronavírus.

“ Nós vamos manter esses espaços fechados porque entendemos que ainda não é o momento mais seguro para a gente fazer a reabertura dentro desse conceitos de que não podemos abrir a cidade todos de uma só vez. Os riscos são muito grandes. É preferível a gente ir consolidando a flexibilização conforme as etapas do plano elaborado para a nossa Capital gradativamente”, afirmou Cartaxo.


Segundo o prefeito, é necessário que se dê passos firmes e seguro até porque os números são crescentes de casos de pessoas contaminadas pelo coronavírus em todo o Estado, que de alguma forma vão acabar refletindo em João Pessoa.

“Antes que chegue uma segunda onda de pessoas infectadas, é necessário que a gente dê passos lentos, firmes e com toda segurança possível”, destacou.

Pelo decreto estadual, a cidade de João Pessoa, está sob a bandeira laranja, ou seja, com o nível mobilidade restrita, mas o prefeito afirmou que o quê está sendo analisado com muito prioridade é a realidade da Capital, que possui mais de 800 mil habitantes e o número de leitos e que está com o baixo índice de ocupação.

“Nós já chegamos a ter mais de 90% dos leitos de UTIs ocupados e o mês de maio foi muito difícil, mas agora a gente percebe uma estabilização, nesse momento, como também, graças a Deus, uma melhora de procura das UPAs. Acabou um pouco aquela pressão de 24 horas em relação às UPAs e ao Sistema de Saúde Municipal como todo. E por conta desses critérios foi que nos permitiu dar esses primeiros passos de flexibilização”, avaliou o prefeito.

Da Redação do Paraibaonline de João Pessoa (Hacéldama Borba).