Busca e apreensão na casa de Buega Gadelha

Um dos mandados de busca a apreensão da Operação Cifrão da Polícia Federal foi cumprido no início da manhã desta quinta-feira, 2 de julho, na casa do industrial Francisco Buega Gadelha, em Campina Grande. Buega é presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep) e chegou a ser preso em fevereiro do ano passado no âmbito da Operação Fantoche, da Polícia Federal com a colaboração do Tribunal de Contas da União (TCU), que apurava crimes contra a administração pública, fraudes licitatórias, associação criminosa e lavagem de ativos.

A Operação Cifrão, deflagrada hoje, apura a prática de crimes relacionados à aplicação e desvio de recursos das entidades que integram o Sistema “S” da Indústria no Estado da Paraíba.

Foto: Ascom

A Operação Cifrão, deflagrada hoje, apura a prática de crimes relacionados à aplicação e desvio de recursos das entidades que integram o Sistema “S” da Indústria no Estado da Paraíba.



A investigação demonstra que, em apenas três contratos auditados pela CGU, foram desviados mais de R$ 2 milhões em benefício de empresas, empresários e pessoas vinculadas ao Sistema “S”.

Paraíba Online • PF cumpre mandados de busca e apreensão em João Pessoa e Campina

A operação conta com a participação de 96 Policiais Federais e 9 Auditores da Controladoria-Geral da União e estão sendo cumpridos 22 mandados de busca e apreensão nas cidades de Campina Grande e João Pessoa.

Com informações de Parlamentopb e Ascom