Serra é alvo da PF

Mandados de busca e apreensão são cumpridos na manhã desta sexta-feira (3/7) nas duas capitais

A Polícia Federal (PF) faz buscas, nesta sexta-feira (03/07), em endereços ligados ao senador José Serra (PSDB-SP) em São Paulo (SP) e no Rio de Janeiro (RJ). No total, são cumpridos oito mandados de busca e apreensão nas duas capitais.

A ação faz parte da operação Revoada, deflagrada nesta manhã para aprofundar as investigações relacionadas a um suposto esquema de lavagem de dinheiro em benefício de José Serra.

“Até agora, a força-tarefa já detectou que, no esquema envolvendo Odebrecht e José Serra, podem ter sido lavados dezenas de milhões de reais ao longo dos últimos anos”, informou o Ministério Público Federal (MPF), que também participa da operação.


Os desvios teriam ocorrido durante as obras do Rodoanel, que circunda a região metropolitana de São Paulo, no seu mandato de governador do estado (2006-2010). Ainda segundo a denúncia, o senador “valeu-se de seu cargo e influência política para receber, da Odebrecht, pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do Rodoanel Sul”.

O operador financeiro José Amaro Pinto Ramos e a filha de Serra teriam constituído empresas no exterior, ocultando seus nomes, para receber os pagamentos da empreiteira, prossegue a denúncia.

Atualmente no cargo de senador, José Serra já foi prefeito e governador de São Paulo, também foi ministro de três pastas distintas: Saúde e Planejamento, no governo de Fernando Henrique Cardoso, e das Relações Exteriores, no governo Temer.

Outro lado

Procurado, a assessoria de imprensa do senador José Serra não se posicionou sobre a operação. O espaço segue aberto.

Reportagem de Metrópoles