Policial cai de helicóptero

O cabo Alexandre Luís Batista, de 43 anos, morreu depois de cair do helicóptero Águia durante um treinamento em um aeródromo particular, nesta quinta-feira (16), em Álvares Machado no interior paulista, conforme apuração do G1.          

O policial militar chegou a ser socorrido para um hospital em Presidente Prudente, mas não resistiu aos ferimentos causado pela queda.

Segundo a PM, o policial participava de um treinamento conjunto entre Força Tática do 32º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I), de Assis (SP), e o Grupamento Aéreo na região próxima ao Condomínio Valência 1. Em dado momento do exercício, Alexandre se desequilibrou e caiu do helicóptero.


O militar, que fazia parte da Força Tática na cidade paulista de Assis, caiu de uma altura entre oito e dez metros de altura, conforme informado pela corporação.             

A polícia militar vai abrir uma sindicância para analisar o caso. Equipes da polícia científica, civil e militar rodoviária também compareceram ao local do acidente, além da PM e Corpo de Bombeiros.            

Em nota, a Polícia Militar de São Paulo se posicionou sobre o incidente.

Confira a nota na íntegra:

“A Polícia Militar esclarece que nesta quinta-feira, 16, por volta das 10h30, um Cabo da Polícia Militar caiu de um helicóptero Águia do Comando de Aviação, da Base de Presidente Prudente, durante um treinamento conjunto entre o Comando de Aviação e policiais da Força Tática do 32º Batalhão de Polícia Militar do Interior. O acidente aconteceu na cidade de Álvares Machado. O policial caiu de uma altura de cerca de oito a dez metros. Ele foi socorrido em estado grave para o Hospital Regional de Presidente Prudente.

Todas as providências para apurar o caso estão sendo adotadas pela Polícia Militar, bem como as investigações aeronáuticas pelo órgão responsável”.

Com informações de Isto É