Show será aberto no canal Globoplay e trará música inédita. Segundo o Google, mais de 85 milhões de brasileiros assistiram a lives na quarentena

A febre das lives começou algumas semanas após o início da quarentena, no meio de março, e, apesar do sucesso do formato, as apresentações ao vivo na internet parecem ter diminuído de ritmo após quase cinco meses. Mas isso não significa que ainda não haja grande novidades por vir. O maior exemplo é Caetano Veloso, que ainda não se apresentara ao vivo ao público no meio da quarentena. Até agora. Nesta sexta-feira 7, às 21h30, o cantor baiano faz sua primeira live, justamente no dia do seu aniversário de 78 anos. A apresentação será transmitida no Globoplay, para assinantes e não-assinantes.

O cantor diz que se inspirou em seu amigo Gilberto Gil, que fez uma live no dia de seu aniversário, em 26 de junho. A apresentação de hoje contará com seus filhos, Moreno, Zeca e Tom Veloso, também músicos e que acompanharam o pai, por exemplo, na turnê Ofertório, maior sucesso da carreira de Caetano em anos recentes. Caetano vai aproveitar a live, inclusive, para lançar música inédita. O samba-canção Talvez traz arranjo de Mario Adnet e composição de Caetano, Tom e do violonista baiano Cezar Mendes.

Segundo levantamento do Google, 85 milhões de brasileiros assistiram às lives de shows durante a quarentena no YouTube. Das dez lives mais assistidas, oito foram de artistas brasileiros. Um dos shows online de maior sucesso foi o de Marília Mendonça, que chegou às 3,3 milhões de visualizações simultâneas. Dados divulgados pelo YouTube à EXAME mostram que as buscas por conteúdo ao vivo cresceram 4.900% no Brasil durante a quarentena.

A Ambev, que patrocinou 398 transmissões de 325 artistas até agora, divulgou nessa semana alguns dos números que resultaram dessa operação que somou 1.500 horas de conteúdo: soma de 667 milhões de visualizações e 2,5 milhões de menções à marca nas redes sociais no segundo trimestre.                    

Reportagem de Guilherme Dearo para Exame