Eleições 2020 em Patos

Aproximando-se do início da reta final, para os registros de candidatura para as eleições 2020, políticos de diferentes siglas partidárias começam a traçar suas estratégias e manobras, para formar a melhor chapa. Em um campeonato, onde, além do jogo, prepara-se, também, o embate jurídico, julgamentos que são feitos por juízes da esfera política.                            

Para alimentar a partida, correm em campo jornalistas, a serviço das especulações, lançando em suas páginas supostas chapas, no intuito de sentir a aceitação popular.

E o jogo segue, com apoios de políticos de todos os níveis: fortes ou de menor projeção, na esperança de vencer, não importando a maneira, coisa corriqueira na atual política brasileira, embora com exceções. Isso sem se contar com os coelhos que saem da cartola, que podem surgir a qualquer momento, como num passe de mágica.


Muitos são os candidatos, oferecendo várias opções  ao eleitor, de escolher o que mais lhe convém, seja para o executivo, como para o legislativo.

Grupos subdivididos, outros tentando driblar o eleitor, querendo convencer que se apartaram de seus grupos.

Apesar das opções, essa pode ser a campanha mais acirrada dos últimos anos. Como se diz na física: “Os opostos se atraem”.      

Tudo poderá acontecer, haja visto o aparente desejo de mudança, por parte do eleitor e a vontade de continuar , por parte dos vereadores, no caso do poder legislativo. Em relação ao executivo, um aparente digladiamento poderá marcar a briga entre palanques, na espera de convencer o eleitorado, principalmente o indeciso.

Aguardemos o apito final e depois a prorrogação. Enquanto não, façam suas apostas, vistam suas torcidas e torçam por dias melhores para todos nós, os responsáveis pela ascensão de tantos políticos e vítimas das nossas inocentes e erradas escolhas!

Por Marcelo Negreiros