O blogdonegreiros1.com vem a público manifestar seu repúdio em  relação às insinuações por parte da assessoria do Partido dos Trabalhadores de Patos(PT), que enviou uma matéria de cunho “opinativo” e com linha de propaganda política, julgando que o site não postou a referida matéria por outros objetivos.

Deixamos claro que o objetivo do blogdonegreiros1 é publicar matérias com fundamentos jornalísticos e não de marketing político, como se mostrava o conteúdo da matéria enviada.

Militando há mais de 35 anos na área jornalística, inclusive com aprendizado prático nas TVs Paraíba e Cabo Branco, por 15 anos, procurei sempre me pautar no princípio da seriedade, honestidade e imparcialidade.


Durante muitos anos, jamais usei uma camisa de time de futebol da minha terra; os que sabem minha religião, viram por diversos momentos a cobertura de outras igrejas sem distinção, partido político, da mesma forma, no intuito de não deixar dúvidas quanto a qualquer cobertura jornalística. 

Depois que saí da TV, trabalhei para uma administração como profissional, jornalista, produzindo matérias institucionais.

Nesse final de semana, recebi  agenda da semana, enviada pela assessoria do candidato da coligação Patos Competente e na segunda-feira, como não havia recebido dos demais, liguei primeiro para a coligação do PT, solicitando a agenda, depois para a coligação do candidato do Para Devolver Patos ao Povo; não consegui contato do candidato Herbert Tiburtino. Fazendo questão de publicar todas as agendas durante o período.

Com isso, queremos demonstrar nossa responsabilidade e respeito aos candidatos e partidos, pois a escolha dos representantes deve ser feita pelo eleitor e não por jornalistas, através de matérias opinativas.
Deixo claro que, matéria jornalística sempre será bem-vinda em nosso site. Propaganda política partidária, só paga. E será publicada dentro do respeito aos nosso leitores.

Portanto, esperamos que insinuações sejam evitadas, pois a política passa, nossa profissão, fica.

A razão deste desabafo prende-se ao fato que a decência e a ética profissional, não sendo nenhuma virtude, são as armas que utilizo no exército da minha profissão jornalística.

Marcelo Negreiros