Ugo Braga, que trabalhou como diretor de Comunicação do Ministério da Saúde na gestão de Luiz Henrique Mandetta, disse em livro que o ex-ministro quis atirar nos filhos do presidente Jair Bolsonaro. As informações são de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Segundo o ex-auxiliar, a fala ocorreu no dia 15 de abril deste ano, um dia antes de ser exonerado e o ex-ministro teria dito: “O presidente é bom, é bem-intencionado. O problema é aqueles filhos dele, que ficam o dia inteiro xingando nas redes sociais (…) Minha vontade é pegar um trezoitão e cravar neles. Pelo menos passava a minha raiva”.


Segundo Mônica, o ex-ministro disse que não se lembra da fala e que não estava preocupado com os filhos do presidente durante o enfrentamento da pandemia. O livro “Guerra à Saúde será lançado no dia 10 de novembro.

Com informações de Isto É