A Polícia Federal prendeu na noite desta quarta-feira (28) o ex-assessor do conselheiro Arthur Cunha Lima, Sérgio Ricardo de Ribeiro Gama Filho, flagrado com um telefone escondido em um vaso de plantas durante cumprimento de mandados de busca e apreensão na nona fase da Operação Calvário, na terça-feira (27).

O mandado de prisão preventiva foi expedido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), após representação policial em razão da conduta para ocultar provas no cumprimento de mandado de busca realizado na terça.

Gama Filho, juntamente com o pai, Sérgio Ricardo de Ribeiro Gama, é um dos investigados na Operação.

Ao ser flagrado com o celular escondido no vaso, Gama Filho disse que estava rezando no local. Há imagens do momento em que o aparelho é localizado. Para vê-lo, clique aqui.


De acordo com as investigações, Sergio Ricardo Ribeiro Gama e Sergio Ricardo Ribeiro Gama Filho ocuparam o cargo de chefe de gabinete de Arthur Cunha Lima no Tribunal de Contas da Paraíba.

Os investigadores dizem ter reunido elementos que apontam movimentações financeiras entre os investigados, o conselheiro e o filho dele, Arthur Cunha Lima Filho.

Na etapa da Operação Calvário da terça, a PF e o MPF buscavam provas de crimes de lavagem de dinheiro que teriam sido praticados pelo conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, Arthur Paredes Cunha Lima, e por pessoas ligadas a uma das organizações sociais que teriam recebido propina de fornecedores.

Com informações de Parlamentopb