O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, divulgou um vídeo hoje no qual afirma que a Pasta não recomenda a volta às aulas, medida autorizada pela prefeitura de João Pessoa em anúncio feito na última sexta-feira, 2. “Esta secretaria, através do comitê científico, não recomenda que pais e mães paraibanos encaminhem seus filhos para as aulas presenciais”, diz Geraldo.

Ele cita exemplos como o ocorrido nos Estados Unidos onde num espaço de cinco meses houve um aumento de 500% nos casos de crianças contaminadas pelo novo Coronavírus. Ele também alertou para a síndrome inflamatória multissistêmica pediátrica que as crianças apresentam normalmente cerca de 15 dias após adquirir Covid-19. A doença tem sintomas graves e pode requerer cuidados intensivos.


Medeiros acrescenta ter recebido do Ministério da Saúde a previsão de que em janeiro haverá a oferta de 6 milhões de vacinas e entre janeiro e junho, 100 milhões de vacinas distribuídas em todo o país, e diz que é necessário ter cautela e aguardar mais pela retomada das aulas presenciais.


Com informações de Parlamentopb