Foto: Marcelo Negreiros

Tradicionalmente, o Dia de Finados em Patos é comentado pela população como o dia mais quente do ano.

Esse não foi diferente, a temperatura chegou, em alguns momentos, à marca de 37 ºC, segundo a estação meteorológica do bairro do Jatobá.

Nos cemitérios, a sensação era ainda maior, devido ao calor das velas acesas naquele local.

No começo da noite, eram visíveis os relâmpagos e trovões em diversos sentidos.


Por volta das 20:00h começou a cair uma chuva que foi se intensificando e entrou pela madrugada, amenizando um pouco a temperatura, mas também causando alguns estragos, devido a um tempo não esperado por muitos. Aliás muitas pessoas comentavam, nas redes sociais, não lembrar de chuvas no dia dedicado aos mortos.

Segundo o físico e meteorologista, Rodrigo César Limeira, a ocorrência dessas precipitações já era esperadas devido ao fenômeno La Niña, como relatado na reportagem no link: https://www.blogdonegreiros1.com/2020/11/fenomeno-la-nina-se-configura-e-comeca.html.

Confira os índices em Patos, divulgado pela Secretaria de Agricultura do município:

Bairro de Santo Antônio - 75mm

Praça Edivaldo Motta – 75mm

Sebrae na BR-230 – Saída para Campina Grande – 80mm

UPA do Campo da Liga – Saída para Santa Terezinha – 82mm

Centro Administrativo – Bairro de Belo Horizonte – 60mm



Há registros também de cidades vizinhas a Patos, inclusive com índices de precipitações maiores.


Da Redação blogdonegreiros1.com