Foto: Reprodução TV Globo

Comunicado sobre a saída do diretor foi divulgado nesta quinta-feira (19/11) e assinado por Jorge Nóbrega, presidente-executivo da Globo

Depois de 35 anos de TV Globo, Carlos Henrique Schroder, que exercia o cargo de diretor de Entretenimento e diretor-executivo de Criação e Produção de Conteúdo do canal, sairá da emissora. A informação partiu de uma nota assinada pelo presidente-executivo da Globo, Jorge Nóbrega, nesta quinta-feira (19/11).

De acordo com o comunicado, Schroder deixará a emissora no ano que vem. A nota informou ainda que a negociação sobre a permanência do diretor na casa acontecia desde 2017, quando, em seu planejamento de carreira, ele acordou com acionistas que contribuiria com a empresa por mais quatro anos, e estabeleu um prazo para a sua permanência até o final de 2020.

“Combinamos, recentemente, que ele prorrogaria um pouco mais, até a conclusão de todo o desenho organizacional da área de Entretenimento, o que deve ocorrer até meados do ano que vem”, informou Jorge Nóbrega.


A nota ressaltou a carreira que Schroder construiu na Globo, desde sua estreia, na RBS em Porto Alegre, em 1982, como editor do telejornal Bom Dia Rio Grande.

Três anos depois, ele ingressou na TV Globo como coordenador de Rede, passando a editor-chefe do Jornal Hoje, editor de Assuntos Nacionais do Jornal Nacional, diretor editorial de Produção e Planejamento da Central Globo de Jornalismo, diretor-geral de Jornalismo e Esporte em 2001, diretor-geral da TV Globo em 2013 e diretor-executivo de Criação e Produção de Conteúdo da Globo em 2020.

“Com sua energia e capacidade de realização inigualáveis, foi galgando posições na empresa, juntando a rara capacidade de gerir o ativo mais importante da empresa – a produção de conteúdo de alta qualidade – com incessante foco em resultado e visão integrada de todo o processo empresarial. Ao assumir a TV Globo, Schroder reformulou a empresa e estimulou a construção de uma visão de negócios, que foi o embrião do caminho que estamos agora perseguindo”, diz o comunicado.

Durante o tempo em que esteve na emissora, Schroder conquistou diversos prêmios, entre eles oito Emmys em entretenimento e jornalismo. “Creio que não houve, na história do Grupo Globo, um exemplo tão impactante de evolução profissional, demonstrando a aposta e a confiança no talento que a Globo sempre preconizou”, enfatizou o presidente-executivo.

O comunicado foi finalizado com votos de sucesso à Schroder: “Agradeço sua generosidade ao sacrificar projetos pessoais e dilatar seu prazo de permanência conosco para poder colaborar na conclusão dessa tarefa tão essencial para o nosso projeto de construção da Globo do futuro”.

Com informações de Metrópoles