Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Gabriel Vaquer

Do UOL, em Aracaju

A Globo já está preparada para o confronto com o SBT na próxima terça-feira (23). É quando o canal de Silvio Santos exibirá as oitavas de final da Libertadores da América, com Racing (ARG) x Flamengo, às 21h30 (horário de Brasília). Sem facilitar para a sua concorrente, a emissora decidiu esticar ao máximo o seu principal produto na audiência: a novela das 21h, faixa atualmente ocupada pela reprise de "A Força do Querer".


O "Jornal Nacional" também terá um tempo de ar um pouco maior que o normal. Com isso, o programa "The Voice Brasil" praticamente não vai precisar duelar com o jogo do time rubro-negro.


Segundo a programação confirmada pela Globo para amanhã (24) para São Paulo e Rio de Janeiro, o Jornal Nacional começará às 20h40 —após o horário político nas capitais. Em cidades sem segundo turno, o "JN" se inicia às 20h30. O noticiário apresentado por William Bonner e Renata Vasconcellos deve ficar no ar até 21h45, horário incomum para seu encerramento. Com isso, além do Racing, o Flamengo também vai enfrentar o telejornal na disputa por audiência, pelo menos por 15 minutos.


"A Força do Querer" tem início programado para as 21h45. O que mais impressiona é seu tempo de exibição. A novela protagonizada por Isis Valverde, Juliana Paes e Paolla Oliveira ficará 90 minutos no ar, saindo de cena às 23h15, algo que normalmente só aconteceria em capítulos finais. Ou seja, a grande missão de Racing x Flamengo para ir bem no Ibope será para tirar telespectadores da produção de 2017, que não tem dado grandes números de audiência —algo na casa dos 30 pontos, pouco para os padrões do horário.


O reality "The Voice Brasil" só deve começar às 23h15, disputando apenas cerca de cinco a dez minutos com o Rubro-Negro, tudo dependendo do tempo de acréscimos. A escolha não é à toa. O programa de Tiago Leifert tem perdido regularmente para a "A Fazenda 12", programa de confinamento comandado por Marcos Mion na Record. Nesse sentido, a Globo acredita que se protegeria até mesmo da possibilidade extrema de cair para o terceiro lugar do Ibope no Rio de Janeiro e até mesmo na capital paulista.


O SBT, por sua vez, tem meta otimista de audiência em todo o país. Em São Paulo, a direção acredita em algo na casa dos 10 pontos, o que seria bem interessante —na média, em geral, canal costuma alcançar 6 pontos com as novelas infantis "Chiquititas" e "Cúmplices de Um Resgate", além do "Programa do Ratinho", às terças-feiras. No Rio de Janeiro, aposta-se em algo acima dos 20 pontos e liderança. Em todo o país, Brasília, Vitória e Manaus são cidades consideradas certas de conquista do primeiro lugar.


É bom lembrar que o SBT não terá transmissão exclusiva do jogo do Flamengo no Brasil. Na TV fechada, o Fox Sports vai exibir o confronto do atual campeão da Libertadores com o Racing, com narração de João Guilherme e comentários de Mauro Cezar Pereira e Zinho, uma equipe bem mais identificada com a torcida rubro-negra. Para chamar a atenção do público, o "Arena SBT", comandado por Benjamin Back nas noites de segunda, será ao vivo hoje e fará um aquecimento para a partida.


Racing x Flamengo será transmitido pelo SBT com narração de Téo José, comentários de Mauro Beting e do ex-jogador e técnico Jorginho, que foi contratado no início do mês para a função. Jorginho vai atuar nos dois confrontos, de ida e volta de Flamengo x Racing. Seu nome foi escolhido por ser alguém ligado historicamente ao clube carioca. Como lateral, ele defendeu o time da Gávea entre 1984 e 1989. Também foi campeão mundial pela seleção brasileira em 1994.

Com informações de UOL