O fenômeno climático e oceânico La Niña que atualmente está com instensidade variando de moderada a forte, se configurou há algumas semanas, e está influenciando o clima em várias partes do mundo, dentre elas o Semiárido da Paraíba.

 

La Niña contribui para a ocorrência de boas chuvadas no final do ano no interior da Paraíba, assim como foi observado agora no mês de novembro.

 

O município de Patos, localizado na região central do Estado apresenta precipitação média no mês de novembro de 00 (zero) mm, mas em novembro de 2020 com a contribuição da La Niña o município foi beneficiado, registrando um índice oficial de 115 mm, de aocrdo com dados oficiais repassados pelo técnico da Empaer Marconi Palmeira.


Os dados de dois postos pluviométricos foram utilizados nessa análise:

 

1) Posto do Palmeirão:

 

No referido posto choveu: 67 mm dia 03/11 e 69 mm dia 21/11, totalizando: 136 mm;

 

2) Posto da Embrapa:

 

No referido posto choveu: 51,1 mm dia 03/11 ; 20,2 mm dia 04/11 e 22,6 mm dia 21/11, totalizando 94 mm;

 

 

Fazendo-se a média aritmética dos dados tem-se 115 mm, que é o índice de chuvas em Patos tomando-se por base os dados dos dois postos pluviométricos oficiais.

 

 

Previsão do físico, meteorologista e mestre em Meteorologia Rodrigo Cézar Limeira é de mais chuvas em dezembro e janeiro, com expectativa de chover acima da média na cidade de Patos, tanto em dezembro quanto em janeiro pontua.


Com informações de Ciência em Foco