Foto: Shutterstock

Duas pessoas que tomaram a vacina desenvolveram sintomas de reações anafiláticas logo após a injeção, mas recuperaram ao receber o tratamento adequado.

Reguladores do Reino Unidoalertam que pessoas com histórico de reações alérgicas "significativas" não devem receber a vacina Pfizer/BioNTech, avança a Sky News nesta quarta-feira.


A recomendação é dada depois de dois funcionários do Serviço Nacional de Saúde britânico (NHS, em inglês), que receberam a vacina nesta terça-feira, terem desenvolvido sintomas de reações anafiláticaslogo apósa injeção, mas recuperaram ao receber o tratamento adequado.Ambos têm um histórico significativo de alergias, ao transportarem auto-injetoresde adrenalina.

A dupla está entre as milhares de pessoas que receberam a primeira dose da vacina no Reino Unido.

O NHSdisse que todos os envolvidos no programa de vacinação foram informados e, a partir desta quarta-feira, todos os pacientes agendados para receber a vacina Pfizer serão questionados acerca do seu histórico de reações alérgicas, mais concretamente, alergias a medicamentos, alimentos ou vacinas.

Uma porta-voz da Pfizer, citada pela Sky News, disse que a sua vacina foi "bem tolerada" durante os testes, "sem preocupações sérias de segurança". "Fomos informados pela Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos para a Saúde (MHRA,na sigla em inglês) sobre dois relatórios de 'cartão amarelo' que podem estar associados a reações alérgicas devido à administração da vacina BNT162b2",dizem. “Como medida de precaução, a MHRA emitiu orientação temporária ao NHS enquanto conduz uma investigação para entender totalmente cada caso e as suas causas". A Pfizer e a BioNTech estão a apoiar a MHRA na investigação.

Com informações de NM