Foto: Secom/PB

Cinco pessoas foram presas e cerca de 30 quilos de drogas, entre cocaína pura e crack, que abasteceriam João Pessoa e Campina Grande por meio de remessa pelos Correios, foram retirados de circulação após três dias consecutivos de apreensões realizadas pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) de João Pessoa com apoio da DRE de Campina Grande.

A droga apreendida está avaliada em mais de R$ 3 milhões e era enviada do Acre pelos Correios para Estados do Nordeste, como Paraíba e Pernambuco.

Segundo o delegado Bruno Victor, da DRE de João Pessoa, a “Operação Conexão Acre” foi realizada em ação conjunta entre a Delegacia de Repressão a Entorpecentes de João Pessoa e Delegacias de Combate ao Tráfico de Drogas do Acre e de Pernambuco.


Ele disse que, em João Pessoa, a droga era enviada pelos Correios para endereços nos bairros de Mangabeira e Bancários e a última postagem apreendida na sexta-feira (4) tinha como destino a cidade de Campina Grande.

“É importante destacar o apoio e a parceria da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, bem como do trabalho em parceria com as Polícias Civis de Pernambuco e do Acre”, ressaltou o delegado Bruno Victor.

A Polícia Civil da Paraíba vinha monitorando, com o apoio dos Correios, as encomendas que vinham do Acre sob a suspeita de que se tratava de envio de drogas.

Assim como na Paraíba, as Polícias do Acre e de Pernambuco também estavam trabalhando em conjunto nesta operação.

Novos desdobramentos ainda poderão surgir com a continuação das investigações sobre esse caso e a suspeita é de que a droga tenha origem na Bolívia e entre no Brasil pelo Estado do Acre.

Com informações de Paraibaonline