Está nas redes sociais da prefeita do Conde, Márcia Lucena (PSB). Está havendo uma rifa ao preço de R$ 50 de um quadro do renomado artista plástico paraibano Flávio Tavares para pagar os custos da defesa da gestora, que chegou a ser presa em dezembro de 2019 na Operação Calvário, sob acusação de ter participado de um esquema de desvio de dinheiro público através de organizações sociais que atuaram nos governos de Ricardo Coutinho (PSB), em cujo primeiro mandato Márcia foi secretária de Educação.


“Imprimi 60 cartelas com 10 rifas cada, todas numeradas, no valor de 50 reais cada uma”, explica a prefeita em seu perfil nas redes sociais.

Essa não é a primeira vez que Márcia recorre aos amigos para custear sua defesa no processo da Calvário. Em março, ela realizou uma “vaquinha” com o mesmo propósito.



Com informações de Parlamentopb