Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil de São Paulo prendeu, nesta quarta-feira (2/12), uma mulher suspeita de participar ao assalto de uma agência bancária de Criciúma (SC).

A auxiliar de limpeza, de 31 anos, foi localizada devido a uma denúncia. Com ela, foram encontrados malotes de dinheiro do Banco do Brasil vazios que ainda serão periciados.

Além dos malotes, foram encontrados com ela mais de 200 balas de fuzil, rádios transmissões, armas de fogo, seis tijolos de cocaína, espoletas de acionamento de explosivos e 10 celulares. Ela foi presa em flagrante por porte ilegal de arma e tráfico de drogas. As investigações ainda apontam que o marido da mulher também estaria envolvido no assalto. 


A Delegacia de Roubos e Antissequestro da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC) de Santa Catarina ainda investiga se a mulher teve ligação com o assalto.

Nesta quarta, a Polícia Militar de Santa Catrina também encontrou um galpão que foi utilizado pelos assaltantes na execução do crime.

O assalto

O assalto a uma agência bancária de Criciúma ocorreu na madrugada de terça-feira (1°/12). Os criminosos estavam fortemente armados e chegaram a fazer reféns. Cerca de 30 pessoas participaram da execução do assalto. Um policial e um vigilante ficaram feridos. 

Os bandidos ainda colocaram explosivos em uma praça. A ação começou por volta da meia-noite e encerrou perto das 3 horas da madrugada. Segundo as autoridades, o grupo saiu de Criciúma em um comboio de carros de alto padrão que seguiu para o sul.

Com informações do Correio Braziliense