Foto: Clement Alloing

O avião Airbus A330neo (A330-900) da Azul Linhas Aéreas que inciará nesta quinta-feira, 14 de janeiro, uma longa jornada até a Índia, para buscar vacinas da Covid-19, ganhou um adesivo especial em sua fuselagem.

Conforme imagem capturada no hangar de manutenção da Azul no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), o adesivo faz alusão à campanha de imunização do governo brasileiro.




O A330neo fotografado no hangar da Azul


O voo de número AD9760 tem previsão de decolagem na noite de hoje. Segundo dados do sistema da Agência Nacional de Aviação Civil, a partida ocorrerá no Aeroporto Internacional Gilberto Freire, em Recife (PE), às 23:00 (horário de Brasília), com destino direto a Mumbai, na Índia.

Lá, serão embarcadas 2 milhões de doses da vacina de Oxford-AstraZeneca, no que será o voo mais longo já feito pela empresa brasileira. A vacina desenvolvida pela Universidade britânica de Oxford, em parceria com o laboratório AstraZeneca, tem 70% de eficácia global e no Brasil será produzida pela Fiocruz, mas as primeiras doses já serão da composição pronta para a aplicação.

Na volta, o sistema da ANAC indica que o voo de número AD9762 deve chegar ao Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, no sábado, 16 de janeiro, às 15:00 (horário de Brasília). A procedência, entretanto, é Lisboa, portanto, o retorno não terá capacidade de ser feito direto de Mumbai para o Brasil, contando então com a escala na capital portuguesa.

A previsão é que a entrega oficial da vacina, com a presença de Jair Bolsonaro, deverá ser feita até o dia 18, segundo reporta a CNN Brasil. Assim, a programação do voo de retorno pode sofrer alterações de acordo com o andamento das negociações do Brasil com a Índia para acelerar o envio.

Com informações de Aeroin