Por Carlos Martins

Ser picado por um escorpião é algo que nunca se imagina que possa acontecer numa aeronave, mas ocorreu num voo da Gol sexta-feira, 8 de janeiro, e a comunicação com o controle de tráfego aéreo foi registrada.


O caso aconteceu durante o voo G3-9185, de Campinas para Fortaleza, operado pelo Boeing 737-800 de matrícula PR-GTQ. A picada do animal acúleo teria ocorrido já quando a aeronave estava próxima de Fortaleza, motivo pelo qual a aeronave não desviou o seu trajeto.

Nos áudios, obtidos pelo colega Edilson Carlos, é possível ouvir a comunicação entre a tripulação do Boeing da Gol e o Centro de Controle Recife, responsável pela área que o jato sobrevoava. Ouça o aúdio abaixo (espere carregar o player).


O passageiro de 35 anos ficou com a mão inchada e foi atendido por um médico a bordo, que o ajudou. Na conversa, um dos pilotos afirma que o passageiro foi picado por um animal peçonhento, que depois se confirmou que era um escorpião.

Não está claro como o escorpião embarcou na aeronave e se o animal realmente subiu em Campinas ou em um outro aeroporto que o Boeing passou antes.

A GOL Linhas Aéreas confirmou o caso e enviou nota à imprensa, confira abaixo na íntegra:

A GOL informa que, durante o voo G3 9185 (Campinas – Fortaleza), realizado ontem (8), um passageiro relatou ter sido picado por um escorpião encontrado a bordo. A Companhia, prontamente, ofereceu assistência médica ao cliente, que não apresentou sintomas e foi liberado do posto médico.

A empresa ressalta ainda que já realizou um reforço da dedetização da aeronave e que conta com procedimentos rígidos de limpeza e higienização de seus aviões. A GOL lamenta o ocorrido e informa que está em contato com o cliente para oferecer todo o suporte necessário.