Imagem: José Omar de Oliveira

Já imaginou estar gravando as belezas da natureza e de repente ser atingido por um raio? Foi isso que aconteceu com o vereador José Omar, morador de Minduri, no Sul de Minas, no último domingo (10). Apesar do susto, ele não ficou ferido e as imagens gravadas viralizaram pelas redes sociais. José comemora a vida e se considera um “milagre”.

“Poder conversar com vocês é um milagre de Deus. Não morri porque não era a minha hora”, diz em entrevista ao BHAZ. José também é produtor rural e conta que participava de um programa de rádio, antes de ser atingido pela descarga elétrica. “Eu e um amigo estávamos no ar quando saí do estúdio. Vi que em uma parte da cidade estava com sol e a outra com chuva”.


José resolveu filmar o momento para mostrar aos amigos. “É natureza de Deus. Vou te falar. Olha, céu limpinho. Ali já começa [a chuva]. Céu limpo, está de sol, agora olha pra você ver como que está o Minduri”, disse o produtor rural na gravação, antes de ser atingido pelo raio. O chinelo que usava arrebentou por conta da descarga. “O trem foi feio”, desabafa.

O susto com o raio fez José cair e imediatamente procurar um local para se proteger. “Levantei gritando de medo e fui para dentro do carro com o meu amigo. Depois que a adrenalina abaixou, perguntei se o celular havia explodido e vi o vídeo com o momento”.


‘Milagre’
No último final de semana, pai e filho morreram depois de serem atingidos por um raio. Os dois serravam eucalipto, na zona rural da cidade de Santo Antônio do Itambé, região Central de Minas, quando foram atingidos pela descarga elétrica. Casos como esse fazem José acreditar que estar vivo é um “milagre”.

“Acredito que Deus tem muita coisa boa para mim, pois sou um milagre. O vídeo serviu para mostrar duas coisas: que Deus é o maior de todos e que a natureza tem um grande poder”. O produtor rural, que também é vereador, brinca: “Teve muitos inimigos políticos que torceram para o raio, mas não deu certo. Já dizia o Zagallo: ‘Vão ter que me engolir'”.

Cuidado
O período chuvoso favorece a ocorrência de raios e os cuidados precisam ser tomados para evitar danos, conforme oriente o meteorologista Ruibran dos Reis. “Os raios matam aproximadamente 100 pessoas por ano no Brasil. Agora estamos tendo muitas descargas elétricas, por conta dos temporais que vêm sendo registrados em diferentes pontos de Minas”, diz.

O meteorologista explica que há seis formas dos raios acontecerem: “Dentro da nuvem, da nuvem para o solo, do solo para a nuvem, de uma nuvem para outra nuvem, da nuvem para o espaço e pode também da nuvem para determinado ponto qualquer”. Ruibran acredita que com José aconteceu este último caso, visto que não chovia no momento da gravação.

Alguns cuidados devem ser tomados para tragédias serem evitadas. “Jamais ficar exposto em área aberta quando você estiver vendo chuva em um ponto próximo ao que você está. Se estiver em área aberta, a orientação é agachar e aproximar os pés um do outro, assim estará evitando a diferença de potencial”, finaliza.

Reportagem de Vítor Fórneas para Bhaz