Em uma live transmitida no início da noite desta terça-feira, 9, o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania) anunciou um pacote de ações de assistência social para reduzir o impacto financeiro da pandemia do novo coronavírus no Estado. “É uma forma direta de dizer que cuidamos da saúde, da economia e das pessoas do nosso Estado. Queremos proteger e salvar vidas. É um esforço grande que a equipe financeira teve que fazer e isso não altera nenhum dos programas sociais já implementados pelo Governo. Essas ações são adicionais às que já estamos implementando”, explicou o governador, citando que o impacto é de cerca de R$ 50 milhões nos cofres do Estado.

“Identificamos que há mais de 80 mil famílias fora do Bolsa Família e de qualquer outro programa assistencial. Por isso, nos mobilizamos para atendê-las neste momento tão difícil”, disse João Azevêdo.


Ele adiantou que não pretende decretar lockdown no Estado e lamentou que criem “fake news” sobre o fechamento de setores econômicos na Paraíba. “Isso é mentira! Vamos amanhã renovar o decreto que trata das medidas restritivas e vamos detalhar cada uma delas”, comentou.

Confira as ações de proteção social anunciadas pelo Governador da Paraíba:

– Suspensão de corte de água pela Cagepa por atraso no pagamento para consumidores residenciais com consumo de até 10 metros cúbicos por dois meses.

– Isenção do pagamento das contas de água nos meses de março e abril de 26 mil famílias cadastradas no Tarifa Social.

– Isenção de pagamentos de água de bares, restaurantes, lanchonetes, pizzarias e sorveterias durante março e abril de 2021 para os estabelecimentos cadastrados junto à Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) na razão social das empresas.

– Aquisição e distribuição de 100 mil cestas básicas com pessoas em vulnerabilidade social. Será feita pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano com parcerias com igrejas e entidades.

– Distribuição de 500 mil cestas básicas com estudantes da rede estadual nos meses de março e abril. Os estudantes estão com aulas online, apenas.

– Duplicação dos recursos para o Projeto Acolher, que apóia entidades e instituições de longa permanência que cuidam de idosos, chegando a R$ 2 milhões.

– Ampliação dos restaurantes populares com 50% de refeições a mais durante março e abril.

– Aquisição e distribuição de 60 toneladas de peixe, que beneficia paraibanos carentes e atende

500 toneladas de alimentos aos produtores da Agricultura Familiar

-Ampliação das ações de assistência social e segurança alimentar para as populações em situação de rua, numa parceria com a Arquidiocese da Paraíba para distribuição de refeições

– Cartão Alimentação, que atende 52 mil famílias, passará para R$ 50, num aumento de 42%.

– Manutenção dos parcelamentos dos débitos de ICMS em até 60 meses para empresas instaladas na Paraíba.

Com informações de Parlamentopb