A Procuradoria-Geral da República vai recorrer da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Edson Fachin que anulou todas as condenações do ex-presidente Lula (PT) na Lava Jato de Curitiba.

A equipe do procurador-geral da República, Augusto Aras, pode pedir que o próprio ministro modifique seu entendimento ou solicitar que o tema seja levado para a Segunda Turma do Supremo ou para o plenário.


Fachin anulou nesta segunda-feira, 8, todos as condenações do petista pela Justiça Federal no Paraná relacionadas às investigações da Operação Lava Jato. Com a decisão, Lula recupera os direitos políticos e volta a ser elegível.

Com informações da Revista Oeste