Foto: Ascom

A Polícia Civil da Paraíba, com o apoio das polícias civis de Pernambuco, Rio Grande do Norte, de Sergipe e da Polícia Rodoviária Federal, localizou e prendeu três assaltantes de banco, entre eles um mais procurados do Brasil. R.B.A., 38 anos, estava em um hotel de luxo na orla de Aracaju (SE), junto com sua companheira, F.B.S., 30 anos, apontada como uma das maiores traficantes de droga do Rio Grande do Norte. O terceiro homem foi preso pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) de Campina Grande, na cidade de Umbuzeiro.

Líder de uma organização criminosa de assaltos a bancos, R.B.A. tinha cinco mandados de prisão em aberto, expedidos pela justiça do Rio Grande do Norte, Sergipe, Mato Grosso do Sul e São Paulo. Ele chegou a ser parado em uma blitz da PRF em Alagoas, mas apresentou documentos falsos e conseguiu passar na barreira policial. O foragido estava na companhia de F.B.P., 41 anos, que não tinha mandado de prisão em seu desfavor.

“Nós conseguimos localizar o hotel onde esse foragido estava escondido com sua companheira, o que culminou na sua prisão. Trata-se de um criminoso de alta periculosidade e que estava sendo procurado pelas polícias de vários estados brasileiros. Inclusive, ele é foragido do presídio de Limoeiro, em Pernambuco, quando seu grupo explodiu parte do muro da penitenciária. É uma pessoa que se articula com várias organizações criminosas do país, causando enormes prejuízos à sociedade”, disse o delegado.


No decorrer da operação, policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande se deslocaram até Umbuzeiro para localizar F.B.P., o homem que dirigia para R.B.A, quando foram parados pela PRF em Alagoas. Contra ele não havia ainda mandado de prisão, mas ele foi preso em flagrante, de posse de uma espingarda calibre 12 e um revólver calibre 32.

Chefe do tráfico

Com cinco mandados de prisão em aberto, todos da justiça do Rio Grande do Norte, F.B.S. já havia sido presa naquele estado em março de 2020, em cumprimento a mandado de prisão expedido em 2018. Ela estava em um supermercado na cidade de Parnamirim (RN), quando foi abordada pelos policiais, naquela ocasião.

Responsável pelas negociações de entorpecentes no RN, ela é tida como a maior traficante de drogas daquele estado. As polícias afirmam que grande parte desse dinheiro obtido nos ataques a agências bancárias serve para financiar o tráfico de drogas.

Paraíba

O casal de criminosos preso em Aracaju foi transferido para João Pessoa, de helicóptero. Da capital paraibana, eles deverão seguir para o Rio Grande do Norte. O homem preso em Umbuzeiro está na central de Polícia Civil, à disposição do poder judiciário.

Com informações da Assessoria de Imprensa. Polícia Civil da Paraíba