Foco é atender a base de usuários com baixos rendimentos, sem muitas chances de conseguir empréstimo em outros bancos.
A oferta de um novo microcrédito está nos planos da Caixa Econômica Federal. Isso porque a estatal estuda criar uma linha de empréstimo no valor de até R$ 1 mil para quem é dono de um pequeno negócio.


Com um custo inicial de R$ 10 milhões, a instituição deve liberar o serviço por meio do aplicativo Caixa Tem, voltado inicialmente para os repasses do auxílio emergencial. O foco é atender a base de usuários com baixos rendimentos, sem muitas chances de conseguir empréstimo em outros bancos.

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, o objetivo do banco é transformar o Caixa Tem em um banco digital para pessoas com condições socioeconômicas precárias.  “Nós já temos essa linha estratégica há dois anos. Mas faltava um instrumento digital, que foi criado a partir do auxílio emergencial, o Caixa Tem”, disse Guimarães.

No momento, a Caixa trabalha nos ajustes finais da ferramenta. Segundo o banco, a oferta de crédito até para quem estiver negativado no Serasa e SPC também fará parte das concessões. Como os valores dos acordos serão baixos, estima-se que os impactos positivos serão superiores aos possíveis casos de inadimplência.

A opção de crédito deve aparecer no menu principal do Caixa Tem assim que os pagamentos do auxílio emergencial forem finalizados. Com o recente anúncio de prorrogação do programa, o serviço pode ser lançado em meados de outubro ou começo de novembro.


Com informações de Capitalist