Dados são do levantamento especial feito G1, que acompanha os quatro anos de mandato do gestor.

Durante os dois primeiros dois anos e meio de gestão, o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), cumpriu aproximadamente 20,48% das promessas do plano de governo dele apresentadas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os dados são de um levantamento especial feito G1 e publicado neste sábado (3) (veja a relação das promessas e dos critérios mais abaixo).

Outros 63,85% correspondem a promessas não cumpridas e 15,66% estão relacionados com as que foram cumpridas em parte.

  • Promessas cumpridas – 17
  • Promessas não cumpridas – 13
  • Promessas cumpridas em parte – 53

As áreas com mais promessas cumpridas são as de Educação e Cultura, que juntas, somaram seis iniciativas concluídas.

Já pelo menos cinco pastas não tiveram nenhuma promessa cumprida neste período. Para algumas delas, o governo aponta a pandemia de Covid-19 como fator de impossibilita o desenvolvimento das ações.

Critérios para medir as promessas

Não cumpriu ainda: quando o que foi prometido não foi realizado e não está valendo/em funcionamento.

Em parte: quando a promessa foi cumprida parcialmente, com pendências.

Promessas levadas em conta

Promessas feitas durante a campanha: ou seja, o que o candidato promete em discursos, entrevistas, planos de governo, enquanto ainda não foi eleito.

Promessas entre a eleição e a posse: em alguns casos, são consideradas promessas pontuais feitas em ocasiões como o discurso de posse, desde que elas não signifiquem uma redução do que foi prometido na campanha.


Com informações de G1/PB