O gerente de Vigilância em Saúde do município de Patos (PB), Laerth Júnior, disse na tarde desta sexta-feira (02) que a Secretaria Municipal de Saúde vai apurar cuidadosamente a informação de que 16 doses da vacina Aztrazeneca do Lote 4120Z005 (vencidas no dia 14 de abril), teriam sido aplicadas fora do prazo de validade, a exemplo de outros municípios de todo o país, citados em matéria da Folha de São Paulo, publicada na tarde de hoje.  



Laerth explicou que os casos constatados de aplicação de vacina fora da validade, podem ter sido ocasionados por erro de registro no sistema do Ministério da Saúde, ou ainda por falha humana. Portanto, garantiu que fará uma averiguação para identificar caso a caso.

Em caso de erro de aplicação fora da validade, ele deixou claro que as medidas necessárias serão adotadas de acordo com as orientações do próprio Ministério da Saúde.

Ele ainda destacou que as equipes de imunização do município são capacitadas para administrar as vacinas contra a Covid-19, e que diante da informação que coloca vários municípios na mesma situação, a Secretaria Municipal de Saúde terá o total cuidado para informar sobre o que de fato ocorreu em relação à aplicação das 16 doses da vacina Aztrazeneca do Lote 4120Z005, vencidas no dia 14 de abril.

Independente da confirmação para este momento, é importante salientar que caso uma pessoa tenha recebido a vacina da AstraZeneca do referido lote citado neste comunicado (após a data de vencimento), que procure um posto de saúde com sua carteira de vacinação para registro do erro vacinal e para receber orientações necessárias.

Com informações  da Coordecom