Foto: Paraibaonline

Campina Grande registrou no último dia 5 o primeiro caso de prisão em flagrante por maus-tratos a animais, conforme informou à Rádio Caturité FM, nesta terça-feira, 10, a coordenadora do Centro de Zoonoses do município, Aretusa Nascimento (foto).

Segundo ela, a “dona” desses animais já vinha sendo acompanhada de perto e também estava recebendo doações para mantimento dos animais, que foram encontrados em avançado estado de desnutrição.

“Esse caso já era de conhecimento nosso porque havia uma cuidadora nossa auxiliando essa família com a compra de ração e alimentos para os 11 cães, mas a tutora, na realidade, não estava alimentado-os”, confirmou.

“Após essa constatação, nós fomos até essa residência, em Campina, acompanhados da Polícia Militar, resgatamos os cachorros, e a tutora foi encaminhada à delegacia. Como houve violação do Artigo 32 da Lei dos Crimes Ambientais – que trata dos animais – ela foi presa em flagrante. Para que fique claro para os ouvintes, a pena hoje varia de 2 a 5 anos e o crime é inafiançável”, comentou.

Os cães resgatados foram conduzidos ao Centro de Zoonoses, foram medicados, estão sendo alimentados e, quando recuperados, serão postos para adoção.


Com informações de Paraibaonline