Neste domingo (8), o Comitê Olímpico Brasileiro emitiu uma nota repudiando a atitude da Confederação Brasileira de Futebol e dos jogadores da seleção masculina na cerimônia de entrega das medalhas dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

A seleção foi ao pódio para receber a medalha de ouro após vencer a Espanha na final e descumpriu a determinação do COB de vestir o agasalho oficial da delegação, fornecido pela empresa chinesa Peak. Em vez disso, todos os jogadores vestiram a camisa do time, da Nike, com o agasalho amarrado na cintura.

De acordo com o comunicado emitido, o Comitê tornará públicas as medidas que serão tomadas em relação ao ocorrido após os Jogos.

Ao UOL Esporte, a CBF afirmou não ter sido noticiada sobre a exigência em questão. Jogadores da seleção brasileira disseram que a decisão foi uma ordem da Confederação.

Nos Jogos Olímpicos, cada país tem um uniforme de pódio aprovado pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), que vale para as equipes de todas as modalidades. Assim, toda vez que um norte-americano vai ao pódio, por exemplo, ele usa um mesmo uniforme da Nike. Vale para todos os países.

Veja o comunicado emitido pelo COB na integra

"O Comitê Olímpico do Brasil repudia a atitude da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e dos jogadores da seleção de futebol durante a cerimônia de premiação do torneio masculino.

No momento, as energias do Comitê estão totalmente voltadas para a manutenção dos trabalhos que resultaram na melhor participação brasileira na História das Olimpíadas.

Por este motivo, apenas após o encerramento dos Jogos o COB tornará públicas as medidas que serão tomadas para preservar os direitos do Movimento Olímpico, dos demais atletas e dos nossos patrocinadores."


Com informações de UOL