62% das pessoas fiscalizadas não utilizavam capacete de segurança e 57% não possuíam habilitação.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba realizou a Operação Duas Rodas no sertão paraibano. A Operação foi realizada durante 03 dias, entre 04 e 06 de agosto, oportunidade em que foram intensificadas fiscalizações com foco em motocicletas, motonetas e ciclomotores. As atividades aconteceram nos municípios de Cajazeiras, São João do Rio do Peixe, Uiraúna, Marizópolis e Sousa.


A ação contou com a participação de policiais rodoviários federais lotados no Grupo de Motociclismo Regional (GMR) e no Grupo de Fiscalização de Trânsito (GFT) da PRF na Paraíba.

Ao todo, 175 motocicletas e 184 pessoas foram fiscalizadas. Os policiais flagraram 591 infrações de trânsito e 120 motocicletas foram recolhidas aos pátios da PRF por alguma irregularidade.

Chamou a atenção dos policiais o elevado número de condutores que foram flagrados sem possuir habilitação para dirigir veículos duas rodas. No total, 99 condutores abordados não eram habilitados para conduzir motocicletas, o que representa 57% dos motoristas fiscalizados durante a Operação.

Outra infração comum flagrada pelas equipes policiais foi a não utilização de capacete de segurança pelos ocupantes das motocicletas. Ao todo, 109 condutores e passageiros transitavam nas rodovias federais sem utilizar capacete, o que representa 62% das pessoas fiscalizadas. O capacete é um equipamento de uso obrigatório para condutores e passageiros de motocicletas e ciclomotores. O uso correto do capacete minimiza os efeitos do impacto em caso de acidentes de trânsito.

O foco da PRF é alertar sobre a importância das boas condutas no trânsito para a redução de acidentes graves e mortes. Em 2020, 64% dos acidentes graves ocorridas nas rodovias federais paraibanas envolveram motocicletas. Outras Operações de fiscalização e reforço policial serão desenvolvidas pela PRF no decorrer deste ano com o objetivo principal de salvar vidas.

Com informações do Nucom/PRF