O ator Paulo José Gómez de Souza, 84, faleceu nesta quarta-feira (11) no Rio de Janeiro. Ele estava hospitalizado há 20 dias e morreu em decorrência de uma pneumonia. Artista também convivia com o Mal de Parkinson há mais de 20 anos.

"Um dos maiores nomes da nossa dramaturgia, como ator e diretor, e também dono de uma voz marcante, Paulo José é daqueles artistas de quem o público sempre se sentiu próximo. Nas últimas décadas, entrou em nossas casas por meio de uma infinidade de personagens que ficam, assim como ele, para a história", publicou, em nota, a TV Globo em homenagem ao artista.


Paulo José nasceu no Rio Grande do Sul em 1937. Mudou-se para São Paulos nos anos 60 e começou a trabalhar no Teatro de Arena. Entre os trabalhos mais conhecidos que participou estão "Caminho das Índias", "O Primeiro Amor" e "Shazan, Xerife e Cia.". Atuou em mais de 20 obras, entre novelas e minisséries, ao longe de mais de 60 anos. Também participou de filmes brasileiros importantes como "Macunaíma" (1969) e "Todas as Mulheres do Mundo" (1966).

No anos 70, Paulo José lutou pela regulamentação da profissão de ator no país.

Seu último papel para a TV foi na novela "Em Família", que foi ao ar em 2014. Ele viveu o vovô Benjamin, personagem que, assim como o próprio ator, sofria de Mal de Parkinson.

Paulo deixa esposa e quatro filhos: Ana, Bel e Clara Kutner, de seu relacionamento com a atriz Dina Sfat, além Paulo Henrique Caruso.


Com informações de Veja São Paulo