O primeiro dia de trabalho do procurador-geral de Justiça da Paraíba (biênio 2021-2023), Antônio Hortêncio Rocha Neto, foi marcado pela posse conjunta de integrantes da sua equipe administrativa. Os atos ocorreram no auditório da sede do MPPB, em João Pessoa, nesta terça-feira (31/08). Seguindo os protocolos sanitários devido à pandemia de covid-19, o evento foi dividido em dois momentos. No primeiro, tomaram posse 23 membros em cargos de diversos órgãos do Ministério Público da Paraíba. O novo chefe do MPPB pediu a manutenção do diálogo e da união, práticas herdadas da última gestão, e que cada um trabalhe com vontade de construir e realizar, melhorando os serviços, o atendimento à população e fazendo um MP ainda mais forte na Paraíba. 

Antônio Hortêncio reiterou o que vem dizendo desde que foi nomeado para o cargo, destacando seu compromisso para manter a unidade na instituição. "Nos últimos quatro anos muito foi feito. Evoluímos na atuação finalística, na parte administrativa e no reconhecimento da sociedade. Conseguimos essa união dita por todos. Tenho dito que aquilo que uma gestão conquistou deve ser, no mínimo, mantido. A equipe que estamos formando é eclética e competente e, repito o que falamos na posse de ontem, precisamos manter acesa a chama de servir à sociedade. Cada dia, trabalharmos com vontade de construir mais e de realizar”, disse o novo procurador-geral.


O primeiro dia de trabalho do procurador-geral de Justiça da Paraíba (biênio 2021-2023), Antônio Hortêncio Rocha Neto, foi marcado pela posse conjunta de integrantes da sua equipe administrativa. Os atos ocorreram no auditório da sede do MPPB, em João Pessoa, nesta terça-feira (31/08). Seguindo os protocolos sanitários devido à pandemia de covid-19, o evento foi dividido em dois momentos. No primeiro, tomaram posse 23 membros em cargos de diversos órgãos do Ministério Público da Paraíba. O novo chefe do MPPB pediu a manutenção do diálogo e da união, práticas herdadas da última gestão, e que cada um trabalhe com vontade de construir e realizar, melhorando os serviços, o atendimento à população e fazendo um MP ainda mais forte na Paraíba. 

Antônio Hortêncio reiterou o que vem dizendo desde que foi nomeado para o cargo, destacando seu compromisso para manter a unidade na instituição. "Nos últimos quatro anos muito foi feito. Evoluímos na atuação finalística, na parte administrativa e no reconhecimento da sociedade. Conseguimos essa união dita por todos. Tenho dito que aquilo que uma gestão conquistou deve ser, no mínimo, mantido. A equipe que estamos formando é eclética e competente e, repito o que falamos na posse de ontem, precisamos manter acesa a chama de servir à sociedade. Cada dia, trabalharmos com vontade de construir mais e de realizar”, disse o novo procurador-geralEle ressaltou ainda a importância dos órgãos ligados à Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), a exemplo das duas subprocuradorias-gerais, da Ccrimp, do Gaeco, do Ceaf… e também da necessidade de ter o apoio dos outros órgãos da administração superior para a condução da instituição nesses dois anos de gestão. “Peço a cada um que assume uma função nesses órgãos auxiliares e da administração que busquem melhorar a prestação de serviço e o atendimento à população para efetivar a mudança da realidade social. Para isso, é preciso diálogo, que todas as partes conversem para que os processos não sejam travados. Seguiremos de mãos dadas com a Corregedoria-Geral, o Conselho Superior, o Colégio de Procuradores, a Ouvidoria, promotores e promotoras, servidores e servidores”, afirmou.

Um novo capítulo 
O corregedor-geral do Ministério Público, o procurador de Justiça Álvaro Gadelha, lembrou as conquistas da gestão anterior, destacando a promoção da unidade da instituição. Ele disse que o atual procurador-geral de Justiça tem uma tarefa com uma dimensão ainda maior do que o anterior, pois precisa equiparar a sua gestão à de Francisco Seráphico (que tomou posse como assessor técnico do PGJ). "Sei que tem disposição, foi preparado e lapidado para o cargo. Com a equipe montada, o órgão ministerial tende a crescer ainda mais. Estamos aqui para dar as mãos. Começa agora um novo capítulo dessa história na qual alçaremos voos ainda maiores. Para isso, conte com a Corregedoria", disse. 

Gratidão e lealdade
O primeiro a tomar posse foi o promotor de Justiça, Rodrigo Marques da Nóbrega, no cargo de secretário-geral. Ele lembrou que, naquele momento, estava assumindo a função ocupada por Antônio Hortêncio nos últimos quatro anos. "Estamos imbuídos dos mesmos valores e sonhos que lhe moveram, com gratidão e lealdade. Muito obrigada. Tenha certeza que na Secretaria-Geral estaremos empenhados para fazermos um MP mais forte do que ele já é, junto à essa equipe extraordinária. Continuaremos sendo uma instituição, um repositório das demandas sociais, trabalhando com resiliência para a transformação social", disse.

Lista dos empossados e cargos:

  1. Vasti Clea Marinho da Costa Lopes  1ª Subprocuradora-geral de Justiça

  2. José Roseno Neto   2º Subprocurador-geral de Justiça 

  3. Rodrigo Marques da Nóbrega   secretário-geral 

  4. Cristiana Ferreira Moreira Cabral de Vasconcelos  Secretária de Planejamento e Gestão 

  5. Alexandre César Fernandes Teixeira – Assessor Técnico do Procurador-geral de Justiça (Coordenador)

  6. Adriana Amorim de Lacerda – Assessor Técnico do Procurador-geral de Justiça 

  7. Herbert Vitório Serafim de Carvalho – Assessor Técnico do Procurador-geral de Justiça 

  8. Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho  Assessor Técnico do Procurador-geral de Justiça 

  9. Liana Espínola Pereira de Carvalho – Coordenadora do CAO da Cidadania e dos Direitos Fundamentais, Cíveis e de Família 

  10. Reynaldo Di Lorenzo Serpa  Coordenador do CAO de Defesa do Patrimônio Público, da Fazenda Pública e do Terceiro Setor 

  11. Fábia Cristina Dantas Pereira – Coordenadora do CAO de Defesa da Criança e do Adolescente e da Educação 

  12. Ricardo Alex Almeida Lins  Coordenador do CAO Criminal e das Execuções Penais 

  13. Fabiana Maria Lobo da Silva – Coordenadora do CAO do Meio Ambiente e dos  Bens de Valor Artístico, Estético, Histórico, Urbanístico, Turísticos e Paisagísticos, de Defesa do Consumidor e da Saúde 

  14. Anita Bethania Silva da Rocha – Coordenadora do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf) 

  15. José Guilherme Soares Lemos – Coordenador do Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial

  16. Eduardo de Freitas Torres – Coordenador e Membro da Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e Improbidade Administrativa

  17. Jaine Aretakis Cordeiro Didier  Membro da Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e Improbidade Administrativa

  18. João Benjamim Delgado Neto – Membro da Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e Improbidade Administrativa 

  19. Caroline Freire Monteiro da Franca  Membro da Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade E Improbidade Administrativa

  20. José Leonardo Clementino Pinto – Membro da Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e Improbidade Administrativa 

  21. Francisco Bergson Gomes Formiga Barros  Vice-diretor-geral do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (MP-Procon)

  22. Manoel Cacimiro Neto  Integrante do Gaeco 

  23. Adriana de França Campos – Integrante da Coordenadoria Recursal


Com informações da Assessoria