Com dezenas de shows ao vivo espalhados pelo mundo, terminou na tarde deste domingo, 26, o Global Citizen, realizado para arrecadar doações para o combate da pobreza e desigualdade social, preservação do meio-ambiente e também para incentivar a vacinação contra a Covid-19. Trata-se do mesmo evento realizado no ano passado de maneira online - que na ocasião pediu doações para o combate a Covid-19. Com a pandemia controlada nos Estados Unidos e na Europa, a atração surpreendeu o mundo ao reunir centenas de milhares de pessoas ao vivo e sem máscaras em frente aos palcos montados em Nova York, Los Angeles, Londres e Paris. Outras apresentações gravadas também ocorreram na Coreia do Sul, Argentina, India, Nigéria, Australia, África do Sul, Espanha e Itália.


O Brasil participou com shows gravados no alto do morro da Urca, no Rio de Janeiro, já que por aqui ainda não há autorização para reunião de grande público ao vivo. Tocaram os artistas Liniker, Criolo, Mosquito e Mart'nália. O DJ Alok gravou a sua apresentação em uma balsa, ancorada no rio Amazonas, com a participação de índios das tribos Huni Kuin, Yawanamá da aldeia Aldeia Mutum e Guarani, e falou da importância da preservação da Floresta Amazônica.

Publicidade

No ar desde sábado, 25, às 14h, até este domingo, o festival foi intercalando as apresentações entre os países seguindo o fuso horário de cada um. Artistas como Demi Lovato, Coldplay, Doja Cat, Lorde, BTS, Jennifer López, Ed Sheeran, Black Eyed Peas, Adam Lambert, Lylie Minogue, Maneskin, Andrea Bocelli, Mettalica, Ricky Martin e Billie Eilish foram alguns dos nomes que participaram. Até o príncipe Harry e sua esposa Meghan Markle fizeram uma participação. Eles discursaram no palco montado em Los Angeles e defenderam o fim da desigualdade social. O casal disse ainda que a vacina contra a Covid-19 deveria ser tratada como um direito básico do ser humano.

Uma das principais atrações foi o cantor Elton John, de 74 anos, que se se apresentou ao vivo no palco de Paris, montado no Campo de Marte, perto da Torre Eiffel. Esta foi a última apresentação do britânico antes de uma grande cirurgia que fará no quadril e que o afastará dos palcos, postergando a sua turnê mundial de despedida. Elton tocou cinco músicas ao piano. Em 2020, a iniciativa arrecadou cerca de 130 milhões de dólares. Os valores finais arrecadados com o evento deste ano ainda não foram divulgados porém, a organização espera superar a cifra de 2020.

Assista momentos do festival:






Com informações de Veja