Embora não causem nenhum mal à saúde, as conhecidas moscas de ralo ou moscas de esgoto, são um verdadeiro incômodo. Quem nunca se irritou com esses pequenos insetos que rondam alguns cômodos da casa? Se esse também é o seu caso – acredite, é extremamente comum – significa que está na hora de uma boa faxina.

Clique e acesse o instagram da escola

Elas são frequentemente encontradas próximas a ralos, onde os canos acumulam alimentos de material orgânico em decomposição. E não adianta sair matando todas as mosquinhas que vê pela frente porque elas se proliferam numa velocidade incrível, especialmente no calor.

Publicidade

Eliminar o foco da proliferação é um trabalho contínuo e persistente. Então, para resolver esse problema e saber exatamente o que fazer, anote as dicas do João Pedro Lúcio, coordenador técnico da Maria Brasileira, e fique livre dessas moscas:

Primeiro, lave em volta e dentro do ralo com água e detergente para uma pré-limpeza. Use uma escova dura para facilitar a remoção da sujeira e enxágue com água fervendo para tirar qualquer resíduo – seja do produto ou dos alimentos que atraem os insetos.

Depois, faça uma mistura de meia xícara de chá de sal e meia de bicarbonato de sódio. Despeje dentro e ao redor do ralo previamente limpo. Em seguida, jogue uma xícara de chá de vinagre branco, o que vai provocar uma reação espumante. Deixe agir a noite toda para matar as larvas restantes.


Para finalizar, despeje água fervente no ralo para enxaguar e remover quaisquer larvas de moscas que possam ainda existir. Repita esse processo a cada dois meses ou sempre que perceber a presença da dita cuja. Lembre-se, elas são o sinal de que uma limpeza precisa ser feita.


Com informações de Casa.com