Este sábado, 27/11, foi mais um dia de mutirão de castração de animais de rua, desenvolvido pelo convênio celebrado entre a Prefeitura Municipal de Patos e o Hospital Veterinário da U.F.C.G.

Foram feitas 15 cirurgias em cadelas e está programado para até o natal, mais um mutirão.

Segundo o médico veterinário, Dilermano Simões, um dos coordenadores do mutirão, "As cirurgias são eletivas e são executadas da seguinte maneira: os protetores de animais, cuidadores o quais nós já temos um cadastro, no banco de dados da Secretaria de Saúde, em conjunto com a equipe de médicos veterinários, fazem a triagem dos animais, vão até o local, faz um exame rápido desses animais, colhem sangue para exames laboratoriais, os animais aptos para cirurgia, são recolhidos pela própria prefeitura, encaminhados para o hospital veterinário nas datas marcadas e após o procedimento cirúrgicos, os animais ficam aos cuidados da Secretaria Municipal de Saúde, no canil municipal durante o período que chamamos de pós operatório, terminado este período, que vai até a retirada dos pontos, esses animais retornarão às ruas onde eles foram recolhidos."

Dilermano ressalta ainda, que os animais são devolvidos ao mesmo ambiente de onde foram recolhidos, por não haver espaço no canil para abrigar tantos animais e faz um apelo à população de que, na devolução, a população entenda que são os mesmos animais que estavam soltos naquela área e não confundirem, achando que a prefeitura está soltando animais em diversas áreas da cidade, como chegaram a confundir.

O trabalho de castração de animais, segundo Dilermano, serão sentidos os resultados, no decorrer dos meses, pois em cada mutirão, são no mínimo, 70 filhotes a menos nas ruas e que para 2022 está sendo preparada mais uma sala de cirurgia, desse vez, no próprio canil municipal.

Ouça Sonora com Dilermano Simões:


Da redação blogdonegreiros1.com