Depois da reformulação do RG, agora será a vez da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ter sua nova versão. A partir de 1° de junho de 2022, o Brasil terá um novo modelo, conforme a publicação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) através da resolução 886/2021, publicada no último dia 13 de dezembro.

Predominantemente nas cores verde e amarelo, a nova CNH contará com uma tabela para identificar os tipos de veículos que o motorista está apto a conduzir. O documento poderá ser expedido em meios físico, digital ou ambos. 

A primeira coluna terá a categoria da CNH, seguida por uma imagem do automóvel e a indicação se o detentor do documento está habilitado para dirigir aquele tipo de veículo.

Publicidade

A troca imediata para o novo modelo não será obrigatória. A partir de junho, o documento será emitido para quem precisar de segunda via, aos recém-habilitados e para quem renovar a CNH.

O documento também terá a inclusão da letra “P” para indicar que o condutor tem permissão para dirigir, ou “D” para apontar que o motorista tem CNH definitiva. A nova CNH manterá o QR Code, já disponível nos documentos emitidos a partir de 2017. O código vai armazenar todas as informações do documento, inclusive a fotografia, com exceção da assinatura do motorista.

Também será exibido se o condutor utiliza a CNH para o exercício de atividade remunerada e terá um campo para constar as restrições médicas.


Com informações Isto É