Neste dia 17 de dezembro, faz 60 anos da maior tragédia ocorrida no Brasil. O incêndio do Gran Circo Americano, em Niterói, Região Metropolitana do RJ, deixou 503 mortos e mais de 300 feridos. Três mil pessoas estavam na plateia quando o fogo começou, 20 minutos antes do fim do espetáculo.

Publicidade




O incêndio foi provocado por Adilson Marcelino, o Dequinha, por vingança após demissão. Ele foi condenado à prisão, mas fugiu e foi morto a tiros. O circo tinha 60 artistas, 20 empregados e 150 animais. Funcionava sob uma lona de algodão revestido por parafina, altamente inflamável.


No dia do incêndio, havia greve de médicos e o Hospital Antonio Pedro foi reaberto às pressas. Houve convocação em massa de profissionais de saúde. Avisos foram emitidos pelas rádios. Muitos voluntários também ajudaram com apoio social e psicológico. O estádio Caio Martins foi usado para fabricação de caixões.


A tragédia inspirou José Datrino a se transformar no Profeta Gentileza. O andarilho tornou-se popular ao transmitir mensagens de paz e grafitar muros - principalmente as pilastras do viaduto do Gasômetro, no Centro do Rio - com o lema "Gentileza Gera Gentileza".


Além do incêndio no Gran Circo Americano (foto), outras tragédias deixaram marcas no país.


Com informações de Flipar