Principal sede da Globo fica no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução)


por Lucas Brito 

Grupo teve enorme prejuízo financeiro no primeiro semestre e vem promovendo uma série de demissões

Desde as últimas eleições, a Globo virou alvo de ataques, principalmente por parte dos apoiadores de Jair Bolsonaro. Apesar de não ser nenhum exemplo de favorecer a Esquerda, a marca é apontada pela turma como “comunista” e coisas do tipo.

Há até quem acredite em uma possível falência, que não faz nenhum sentido.

Publicidade

De fato, a emissora vem passando por uma série de mudanças. Isso está acontecendo, principalmente por causa do prejuízo multimilionário do primeiro semestre de 2021. Em uma pasta divulgada ao mercado, a presidência do grupo confirmou a informação.

No total, foram R$ 144 milhões que não retornaram aos cofres, como era esperado.

Mas, segundo o site Notícias da TV, a Globo, na verdade, está se adaptando ao novo mercado, que inclui as plataformas de streaming, para não ter problemas maiores no futuro.

Esse seria um dos principais motivos para a direção mandar antigos funcionários embora e mudar o formato dos contratos, que agora serão definidos por curto prazo e obra. O prejuízo nada tem a ver com política ou Jair Bolsonaro, como muitos insistem em apontar.

Mudanças na Globo estão acontecendo focando nos lucros e possível venda no futuro (Foto: Reprodução)

Mudança vai facilitar venda da Globo

Ainda de acordo com a publicação, essas adaptações ao novo mercado vão tornar mais fácil a entrada de novos investidores ao canal, além de uma possível venda no futuro.

Por enquanto, isso não faz parte dos planos da família Marinho, mas, caso realmente queiram passar a emissora adiante, as coisas já estarão prontas para receber os lucros nessa migração – enquanto a concorrência tem ficado para trás.


Reportagem em O TV Foco