Foto: Reprodução


Uma aeronave da Azul Linhas Aéreas, teve dificuldades de pouso nesta quinta-feira, 6, por conta da baixa visibilidade no Aeroporto Brigadeiro Firmino Ayres.




O avião faz voo diário, Recife-Patos-Recife à noite e ao se aproximar da cidade, encontrou nuvens carregadas impedindo pouso visual, já que o aeroporto não possui equipamentos para pouso por instrumentos.

Publicidade


 Outro fator que contribuiu para a falta de segurança de aproximação do aeroporto de Patos, é o fato da maioria dos prédios no centro da cidade não possuir sinalizadores luminosos, o que eleva o potencial perigo de voo no entorno de aproximação.



Mas segundo contato com vários aviadores de diversas regiões do país, o maior problema do aeroporto é a falta de um instrumento chamado, sistema de pouso por transponder ( TLS )

O sistema de pouso de precisão para todas as condições meteorológicas que usa um transponder aerotransportado e equipamento de sistema de pouso por instrumento (ILS) para criar uma aproximação de precisão em um local onde um ILS normalmente não estaria disponível.

Diante desta dificuldade, dificilmente alguma empresa aérea tenha interesse em voos comerciais para Patos.

No final do ano passado, o Governador do Estado junto com outras autoridades políticas da região, anunciaram destinação de recursos para ampliação do aeroporto de Patos. 

Vamos aguardar mais promessas, já que todo ano político, os candidatos anunciam mundos e fundos naquele espaço. 




Da redação blogdonegreiros1.com - Marcelo Negreiros